8 de mar de 2010

A Igreja dos meus sonhos

Quis abrir meu coração de forma sincera, e gerou este assunto,a igreja dos meus sonhos.São quatro divisões que trarei gradativamente:

A Igreja dos meus sonhos

A Analogia entre vida natural e espiritual

Deus não deixou menos do que precisamos para exercermos o “ministério da reconciliação” (2coríntios 5.18) e:

“Proclamarmos as virtudes daquele que nos chamou das trevas para sua maravilhosa luz”.(1 Pedro 1.9)

Temos o Espírito Santo, agindo no homem e por meio dele:

“... Mas vós o conheceis, pois habita convosco, e estará em vós” (João14. 17).

“Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas...” (Atos 1.8).


Considerando toda essa estrutura divina em nós, que só pode deixar de agir, e se manter a nosso favor, por causa dos nossos pecados, quero expressar com qual igreja sonho.

Eu sonho com uma igreja na qual seus membros não ficam em eternos berçários; nem incertos quanto ao que querem; ou cheios de si, por acharem que são auto suficientes ou vazios por pensarem que não são úteis. Para que me compreendam, vou justificar com quatro períodos pelos quais passamos, fazendo assim uma analogia da vida natural com a espiritual.

Primeiro período

A infância espiritual:

Assim como o nascimento natural, é ímpar o nascimento espiritual ou novo nascimento, quando a pessoa se converte ao Senhor Jesus. Vai até a adolescência (segundo período). Nessa etapa que precisamos passar, é necessário o discipulado e a paciência com o neófito (novo na fé), que é ainda muito inexperiente para andar com as próprias pernas. É preciso dar amor, alimentá-lo com leite espiritual, que é a palavra de Deus; ele precisa de cuidados especiais, pois está se desenvolvendo, e pode tropeçar e cair.

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, porém, alguém pecar, temos advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” (1João 2.1)

Acredito que se essas necessidades não forem atendidas, teremos adolescentes raquíticos, cheios de traumas e sem um sentido em suas vidas espirituais. Acordai igrejas! Quantas vezes, por falta de entendimento claro dessas necessidades, nossas igrejas estão abrindo mais e mais a porta dos fundos para nosso infante, que está passando para a adolescência espiritual.

"Leia a próxima postagem, segundo período, que será adolescência espiritual."

Geoffrey

Nenhum comentário: